Operação na Mangueira deixa quatro feridos, entre eles três PMs

Roberta Pennafort

Rio

  • Fábio Motta/Estadão Conteúdo

    Mulher desespera-se durante confusão em meio a operação da PM na comunidade de Mangueira, no Rio de Janeiro, neste sábado (13)

    Mulher desespera-se durante confusão em meio a operação da PM na comunidade de Mangueira, no Rio de Janeiro, neste sábado (13)

Um tiroteio decorrente de operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Morro da Mangueira, na zona norte do Rio, deixou feridos neste sábado (13) três policiais militares e um homem que seria traficante. Moradores fizeram um protesto contra a operação e fecharam a Rua Visconde de Niterói, que dá acesso à favela.

Os manifestantes atearam fogo em objetos e atiraram garrafas na calçada; foram dispersados por policiais do Choque. Moradores contaram à reportagem que três pessoas morreram na operação, daí a mobilização - a informação não foi confirmada pela Polícia Militar.

Durante a ação, policiais desocuparam um prédio desativado do IBGE ao lado da favela. O edifício, abandonado há muitos anos, abriga famílias sem teto. Houve confusão. Mulheres e crianças foram retiradas à força e algumas pessoas foram levadas para averiguação.

Segundo a PM, uma pistola foi apreendida. Um suspeito foi socorrido e levado ao Hospital Souza Aguiar, no centro. Dos três policiais feridos, dois foram atingidos por estilhaços e um terceiro teve ferimento grave, sendo internado no Hospital do Exército, em Benfica, na zona norte. Os confrontos começaram de manhã cedo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos