Acusado de corrupção, Capez deve trocar PSDB pelo PSB

Fabio Leite

São Paulo

Acusado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro por suposta ligação com a máfia da merenda em São Paulo, o deputado estadual Fernando Capez deve deixar o PSDB depois de 12 anos. O parlamentar tem conversas avançadas para se lançar a federal neste ano pelo PSB, partido do vice-governador Márcio França, de quem se aproximou nos últimos meses.

 

Em seu terceiro mandato, o ex-presidente da Assembleia Legislativa negocia a mudança desde setembro passado. França deve assumir o governo em abril com a saída de Geraldo Alckmin (PSDB) para disputar a Presidência e já se lançou candidato à reeleição.

 

Segundo a reportagem apurou, Capez se sentiu traído por líderes do partido após o escândalo da merenda, em 2016. Nesta semana, ele foi denunciado pelo Ministério Público Estadual acusado de ter recebido propina por contratos da Secretaria Estadual da Educação. Capez nega e diz que a denúncia tem "cunho político eleitoral". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos