Manifestantes fazem caminhada a favor de Lula em Porto Alegre

Ricardo Galhardo, enviado especial

Porto Alegre

Na manhã desta segunda-feira, 22, cerca de 3 mil integrantes da Via Campesina começaram a chegar à capital gaúcha vindos de Estados vizinhos, de acordo com os organizadores do movimento de camponeses. Eles se juntarão a outros grupos a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Trabalhadores ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e à Via Campesina iniciaram uma caminhada no início da manhã. Participaram do ato a presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), Alexandre Padilha, vice-presidente do partido, o senador Lindbergh Farias (RJ), o ex-governador do Rio Grande do Sul Olívio Dutra, o deputado Paulo Pimenta (RS), e o líder do Movimento Sem Terra (MST), João Pedro Stédile.

O PT prevê uma rápida passagem do ex-presidente na terça-feira, 23, entre 16h e 18h, em Porto Alegre, para o julgamento do petista pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). O Instituto Lula não confirma a informação. Uma equipe responsável pela segurança de Lula esteve no domingo, 21, na cidade para mapear os locais por onde o ex-presidente deve passar.

No dia do julgamento, quarta-feira, 24, Lula deve acompanhar a sessão em São Paulo, onde há previsão de atos contrários e favoráveis ao ex-presidente na Avenida Paulista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos