Correção: Mortes no trânsito aumentam 23% nas Marginais em 2017

Bruno Ribeiro

A nota enviada anteriormente continha um dado incorreto. O porcentual de aumento é 23%, não 18,75 como informado antes. Segue a versão corrigida:

O total de mortes em acidentes de trânsito aumentou nas Marginais do Tietê e do Pinheiros em 2017, segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) divulgados nesta terça-feira, 23. Foram 32 óbitos, ante 26 registrados em 2016. O aumento é de 23%. Quase 80% dos mortos eram motociclistas.

Na Marginal do Tietê, o número de mortes passou de 15 para 19, na comparação entre os dois anos. Na do Pinheiros, de 11 para 13. Os números do ano passado, entretanto, ainda podem sofrer alterações porque dados de dezembro que ainda podem mudar. O balanço final sai em abril.

O presidente da CET, João Octaviano, refuta a ideia de que o aumento de mortes tenha relação com o aumento dos limites de velocidade aplicados nas vias em 2017. Para ele, "não há nenhuma evidência de que o aumento de velocidades tenha relação". A mudança completa um ano na próxima quinta-feira, 25.

Octaviano argumenta que quatro mortes ocorreram em trechos em que não houve aumento de velocidades das vias. Outros seis casos, segundo sua análise, foram resultado da "imprudência" de motoristas e pedestres. Como exemplo, ele citou o caso de uma mulher que, bêbada, matou três pessoas, ocorrido no fim do ano, e de uma moradora de rua, que se jogou embaixo de um caminhão.

Segundo a CET, o número de ocorrências de trânsito registrados nas duas vias passou de 22 mil casos em 2016 para 36 mil em 2017. Mas, aí também, a companhia nega que os números tenham relação com a alteração de limites. Para a companhia, com o aumento do efetivo de agentes fiscalizando as vias, a CET aumentou a capacidade de registro e de atendimento de acidentes e socorro a veículos com panes.

O total de agentes era de 170 em 2016. Passou para 268 em 2017. A empresa afirma que esse aumento de custos de operação se deu por demandas da via que já eram necessárias com os limites antigos, e não foram adotadas apenas para tentar evitar acidentes com os limites novos.

A empresa afirma ainda que o volume médio diário de veículos na via passou de 1,5 milhão em 2016 para 1,6 milhão.

Infosiga

Dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga), divulgados na semana passada, apontavam queda de 7% no total de mortes em acidentes de trânsito na cidade de São Paulo no ano de 2017, em comparação com o ano de 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos