Em Porto Alegre, Dilma diz que Lula está sendo perseguido pela Justiça

Julia Lindner e Renan Truffi, enviados especiais

Porto Alegre

A ex-presidente Dilma Rousseff voltou a defender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante "a grande marcha" promovida pelo PT, no centro de Porto Alegre. Dilma considera que Lula está sendo "perseguido" pela Justiça diante de todos os brasileiros e de outros países da América Latina e Europa.

Ela afirmou que somente países que impedem perseguições podem ser "civilizados". "Vamos lutar, sim, em todas as instâncias do Judiciário e em todas as oportunidades (pela absolvição de Lula), assim como estamos fazendo hoje", declarou a petista.

Dilma chegou a dizer que "o Brasil precisa de um homem", mas depois se retratou e disse: "o Brasil já precisou de uma mulher, e agora precisa de um homem, e esse homem é Lula".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos