Topo

PM de SP diz que não permitirá confrontos na Avenida Paulista

Juliana Diógenes

São Paulo

24/01/2018 17h58

A Polícia Militar tem agora 200 homens na Praça da República, no centro de São Paulo, onde será realizado um ato em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O trajeto permitido pela PM após a manifestação será Avenidas Ipiranga e São Luís, Rua Consolação e Avenida Paulista.

O tenente Crúvel, da PM, disse que não permitirá a chegada do grupo ao Museu de Arte de São Paulo (Masp) para evitar confrontos com os Movimentos Brasil Livre, Vem pra Rua e Revoltados Online.