Eunício adia sessão de abertura do Congresso para dia 5 de fevereiro

Julia Lindner

Brasília

  • Pedro Ladeira/Folhapress

    Presidente do Congresso, Eunício Oliveira (PMDB-CE)

    Presidente do Congresso, Eunício Oliveira (PMDB-CE)

O presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), adiou a abertura dos trabalhos legislativos para o dia 5 de fevereiro, a partir das 17 horas. Tradicionalmente, a primeira sessão do ano ocorre no dia 2 de fevereiro, porém este ano a reunião foi adiada porque a data cairia numa sexta-feira.

Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a mudança não atrapalha a discussão da reforma da Previdência que estava prevista para começar na mesma data. À reportagem, ele afirmou que o início do debate sobre a matéria pode ser realizado no dia seguinte.

Na prática, os trabalhos da Câmara e do Senado só devem ter início após feriado de carnaval, que ocorre no dia 13. Ciente disso, Maia marcou a votação da reforma para o dia 19. Questionado se o calendário ainda pode ser alterado, ele não respondeu. Ainda não se sabe se o presidente Michel Temer participará da cerimônia de abertura do Congresso. No ano passado, ele encaminhou a mensagem presidencial através do ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) e a leitura foi realizada pelo segundo-secretário da Mesa Diretora do Congresso, senador Gladson Cameli (PP-AC). Na época, Temer já pedia apoio às reformas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos