Criação da pasta da Segurança era uma imposição da realidade, afirma Jungmann

Carla Araújo, Fabio Serapião e Tânia Monteiro

Brasília

  • Pedro Ladeira/Folhapress

    Rogério Galloro toma posse como diretor-geral da PF e é cumprimentado por Jungmann

    Rogério Galloro toma posse como diretor-geral da PF e é cumprimentado por Jungmann

O ministro da Segurança, Raul Jungmann, repetiu o discurso que tem feito nos últimos dias durante a cerimônia de posse do novo diretor-geral da Polícia Federal e afirmou que a criação da nova pasta foi uma "imposição da realidade".

Jungmann agradeceu ao presidente Michel Temer pela criação do ministério e afirmou que o emedebista tem dado "todo o apoio necessário" para que a nova pasta tenha êxito. "Agradeço ao presidente Temer que teve coragem e determinação de enfrentar essa luta (contra o crime)", disse o ministro, afirmando que "dias melhores virão, tenhamos esperança".

Ele deu posse nesta sexta-feira a Rogério Galloro como diretor-geral do Departamento da Polícia Federal, que agora está sob o comando do Ministério Extraordinário da Segurança Pública. Jungmann assumiu o cargo nesta semana e o seu primeiro ato foi demitir Fernando Segovia para dar o cargo a Galloro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos