PUBLICIDADE
Topo

Libra Terminal Rio informa que Operação Skala prendeu acionistas indiretos

Fátima Laranjeira

São Paulo

29/03/2018 19h03

A Libra Terminal Rio informa que foi decretada a prisão temporária dos acionistas indiretos da companhia Celina Borges Torrealba Carpi, Ana Carolina Borges Torrealba Affonso, Rodrigo Borges Torrealba e Gonçalo Borges Torrealba. As prisões foram realizadas na Operação Skala, deflagrada nesta quinta-feira (29) pela Polícia Federal.

"Os termos do mandado não fornecem mais informações sobre as razões e o objetivo desta ação. A companhia reforça seu compromisso com o cumprimento integral da legislação em vigor e que está cooperando com as autoridades e prestando todas as informações solicitadas", afirma a empresa, que salienta que suas atividades estão normais.

Na operação foram autorizados 13 mandados de prisão temporárias pelo ministro Luís Roberto Barroso a pedido da Polícia Federal e da Procuradoria-Geral da República como parte das investigações no inquérito que apura irregularidades no Decreto dos Portos assinado pelo presidente Michel Temer.