PUBLICIDADE
Topo

Prisão de amigos de Temer fez governador faltar à inauguração de aeroporto no ES

Reinaldo Carvalho/Assembleia Legislativa do Espírito Santo
Imagem: Reinaldo Carvalho/Assembleia Legislativa do Espírito Santo

Marcio Dolzan

Vitória

29/03/2018 16h10

A prisão de três amigos do presidente Michel Temer nesta quinta-feira, 29, teve uma reação política rápida. O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (MDB), não compareceu à inauguração do novo Aeroporto de Vitória, em cerimônia que contou com a presença de Temer.

A ausência de Hartung - que foi representado no evento pelo vice-governador César Colnago (PSDB) - causou surpresa. À tarde, o governador do Espírito Santo confirmou que não compareceu à solenidade por causa da Polícia Federal (PF).

"O País amanheceu, mais uma vez, sobressaltado com fatos políticos preocupantes. Apoio a investigação dessas denúncias com profundidade e, como democrata que sou, também defendo o amplo direito de defesa de todos os citados", declarou, por meio da assessoria. "Mas ressalto que os episódios políticos sucessivos e graves dessa natureza têm prejudicado o País e a economia, trazendo prejuízos sociais com impacto direto na vida das pessoas, particularmente os mais pobres." Na inauguração, o presidente fez um discurso breve, de apenas quatro minutos. Ele não comentou a operação da PF e deixou o Espírito Santo sem falar com os jornalistas.