PUBLICIDADE
Topo

Temer faz discurso protocolar e evita jornalistas em Vitória (ES)

Marcio Dolzan

Vitória

29/03/2018 14h56

Presente à inauguração do novo Aeroporto de Vitória (ES), o presidente Michel Temer fez nesta quinta-feira, 29, um discurso protocolar, enalteceu feitos do governo federal e não citou em nenhum momento a operação da Polícia Federal (PF) que prendeu hoje três dos amigos dele mais próximos.

Temer ficou cerca de duas horas na capital capixaba e saiu sem falar com os jornalistas. A intenção dele era se valer da inauguração do novo Aeroporto Eurico de Aguiar Salles como forma de demonstrar avanços no governo e fortalecer a pré-candidatura à reeleição.

O complexo aeroportuário, que inclui um terminal de passageiros com 29,5 mil metros quadrados e uma pista de pouso de 2.058 metros de comprimento, consumiu R$ 559,4 milhões dos cofres federais. A prisão de amigos na Operação Skala, contudo, atrapalhou os planos de Temer.

O presidente falou por quatro minutos em tom de campanha, mas sem entusiasmar as pessoas que se encontravam no lugar. As palmas mais fortes vieram de políticos que compunham a comitiva e autoridades locais. Nesta quinta-feira, foram presos o empresário e advogado José Yunes, o presidente da empresa Rodrimar, Antônio Celso Grecco, o ex-ministro de Agricultura Wagner Rossi e o coronel da reserva da Polícia Militar (PM) João Batista de Lima Filho.

A cerimônia na capital foi isolada, no novo terminal aéreo, que fica distante cerca de um quilômetro da avenida que dá acesso ao complexo. Apenas convidados e credenciados tiveram acesso ao evento. Três faixas de agradecimento a Temer foram fixadas na parede. Uma delas citava também os ministros do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, e dos Transportes e Aviação Civil, Maurício Quintella, que deixa o cargo hoje, e o chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Presente à inauguração, o ministro da Fazenda e provável candidato ao Planalto, Henrique Meirelles, não foi lembrado na homenagem.

O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (MDB), não compareceu à cerimônia de inauguração do aeroporto. Hartung foi representado pelo vice-governador César Colnago (PSDB). A assessoria do governador do Espírito Santo não explicou a ausência dele.