Topo

Após voto de Rosa Weber, frustração e festa dividem a Esplanada dos Ministérios

Caio Rinaldi, André Borges e José Maria Tomazela

São Paulo e Brasília

04/04/2018 20h13

A conclusão do voto da ministra Rosa Weber, no julgamento do pedido de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em que a juíza se posicionou contra o pleito do petista, frustrou militantes e apoiadores de Lula concentrados na Esplanada dos Ministérios. Um clima de tristeza e consternação tomou conta do lado pró-Lula, com grande dispersão e até mesmo manifestantes admitindo a derrota.

Havia grande expectativa em torno do voto de Rosa, já que a ministra havia dado sinalizações mistas anteriormente. Em carro de som, os manifestantes prometeram "resistir de todas as formas possíveis" para evitar a prisão do ex-mandatário.

No outro lado da divisória na Esplanada dos Ministérios, críticos do ex-presidente Lula improvisam uma bateria, com trenzinho e marcha de carnaval. Um manifestante sambava com o cartaz de Sérgio Moro. Observando a dispersão do outro lado da cerca, militantes anti-Lula acenavam ironicamente para o grupo pró-Lula.