Gilmar Mendes chega atrasado à sessão do STF

Rafael Moraes Moura

Brasília

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), chegou atrasado à sessão plenária desta quarta-feira, 4, que julga o habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo apurou o Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, o ministro deve defender em seu voto uma tese já apresentada pelo ministro Dias Toffoli em outros casos de se aguardar uma decisão final do Superior Tribunal de Justiça (STJ) antes da execução da pena.

De acordo com fontes ouvidas pela reportagem, essa tese deve ganhar força ao longo do julgamento desta quarta-feira.

Conforme antecipou na noite desta terça-feira o Broadcast Político, o ministro vai pedir para antecipar o voto, já que retorna ainda nesta quarta-feira a Portugal. Na quinta-feira, 5, está previsto o encerramento na capital portuguesa do VI Fórum Jurídico de Lisboa, evento organizado pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos