Topo

Lazari: 'Numa sociedade democrática, espero que decisão do STF seja respeitada'

Cynthia Decloedt, Aline Bronzati e Fernanda Guimarães

São Paulo

04/04/2018 14h43

O presidente do Bradesco, Octávio Lazari Junior, afirmou acreditar na democracia e na competência do Judiciário em relação ao julgamento do pedido de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "O judiciário tem competência para julgar o que é correto e, numa sociedade democrática, espero que a decisão seja respeitada", disse quando perguntado por jornalistas sobre o julgamento.

Lazari acrescentou ainda que "independentemente do que acontecer (com Lula), o que precisa ser feito está dado. Já sabemos que temos de trabalhar a reforma da Previdência".

Mais cedo, durante discurso a uma plateia de empresários e investidores, Lazari havia ressaltado que "as eleições sejam a consagração da democracia no Brasil".