Petistas acompanham julgamento em gabinete da Câmara

Isadora Peron

Brasília

Após o voto da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), diversos deputados do PT se encaminharam para a liderança do partido na Câmara. A bancada está em "reunião contínua" para definir o que fazer após o encerramento do julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Apesar de admitir o cenário adverso, a deputada Maria do Rosário (RS) disse que os petistas ainda não perderam a "esperança". "Mesmo se não tivermos um resultado positivo, vamos lutar para que Lula seja o nosso candidato", afirmou. Para a deputada, as pressões dos últimos dias, inclusive da cúpula do Exército, acabou "pautando negativamente o debate".

Por enquanto, o placar está 4 a 1, o que aproxima Lula da prisão. O voto de Rosa Weber era considerado decisivo para o resultado. Além dela, também votaram contra o presidente Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. O ministro Gilmar Mendes votou a favor do habeas corpus.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos