Marina: a prisão de um ex-presidente é um acontecimento triste em qualquer país

Isadora Peron

Brasília

Ex-petista, a pré-candidata à Presidência Marina Silva (Rede) classificou como "acontecimento triste" o pedido de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela, no entanto, defendeu que as leis devem ser aplicadas "igualmente para todos".

"A prisão de um ex-presidente é um acontecimento triste em qualquer país. No entanto, numa democracia, as decisões da Justiça devem ser respeitadas por todos e aplicadas igualmente para todos", disse. Sem citar nomes, Marina afirmou também que "os que ainda não foram alcançados pela Justiça é porque estão escondidos sob o manto da impunidade do foro privilegiado". Marina, que foi filiada ao PT por mais de 20 anos, deixou o partido em 2010 para disputar pela primeira vez a Presidência. Ela foi ministra do Meio Ambiente de Lula entre 2003 e 2008.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos