Multidão no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC atrai vendedores ambulantes

André Ítalo Rocha

São Bernardo do Campo

A multidão que cerca o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, atraiu ao local diversos vendedores ambulantes, que tentam suprir a demanda das pessoas por comida e bebida.

Muitos dos apoiadores do ex-presidente estão desde ontem em vigília, ao redor e dentro do sindicato. Outros militantes chegaram na manhã de hoje e estão até agora. No entanto, as comidas e bebidas servidas pela lanchonete e pelo restaurante do sindicato não têm sido suficiente. A do restaurante já acabou e a lanchonete tem mantido filas longas e lentas.

Atentos, os ambulantes ficaram sabendo do ato por grupos de Whatsapp. A maioria tem vendido bebida alcoólica, como cerveja e destilados. A comida é mais escassa, sendo possível encontrar somente vendedores de milho, pipoca e espetos de churrasco. A demanda é tanta que o preço do espeto até já inflacionou. Ontem, o um vendedor vendia cada espeto por R$ 4. Hoje, com um público maior, o mesmo ambulante está vendendo a unidade por R$ 5.

Uma vendedora de milho disse que tem lucrado com o ato, mas não tanto quanto gostaria, porque chegou tarde e já havia dois vendedores de milho antes dela. Ela pediu para não ter seu nome revelado, por temer a fiscalização.

Um homem que vende cerveja, e que também pediu anonimato, disse que não se interessa por política e está no ato para "ganhar o dele". "O Lula está querendo o dele, o Moro quer o dele e eu quero o meu", disse. "Agora eu acho que têm de aumentar a fiscalização dos corruptos em Brasília, que estão roubando milhões".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos