Covas segue Doria e tem 1ª agenda pública com zeladoria na capital paulista

Luiz Fernando Toledo

São Paulo

O prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB) realizou na manhã deste sábado, 7, sua primeira agenda pública, depois de assumir o cargo deixado por João Doria (PSDB), que disputará o governo do Estado de São Paulo. Seguindo o estilo do ex-prefeito, Covas pegou em uma pá e ajudou a plantar uma árvore em Cidade Tiradentes, na zona leste da cidade. Só não se vestiu de jardineiro, como fazia o antecessor.

Covas prometeu continuar seguindo o "recado" deixado por Doria. "Não tem feriado, não tem sábado, não tem domingo. Todo dia é dia de trabalho", disse para uma plateia de vereadores, prefeitos regionais, secretários de governo e apoiadores da gestão. Em seguida, um pequeno bolo de chocolate foi distribuído entre os presentes - além de ser o primeiro dia de trabalho como prefeito, Covas também fez 38 anos neste sábado.

Estiveram presentes os secretários Julio Semeghini (Governo) e Sérgio Avelleda (Transportes), além do prefeito regional de Cidade Tiradentes, Ozziel Evangelista de Souza.

Reportagem do Estado deste sábado mostrou que Covas deve manter os projetos de Doria à frente da Prefeitura, mas com uma mudança brusca de estilo de gestão, com menos marketing nas redes sociais. Covas é neto do ex-governador do Estado, Mario Covas, que também foi prefeito de Sâo Paulo entre 1983 e 1986. Bruno, como é chamado na Prefeitura, tem perfil mais conciliador e temperamento considerado mais sereno que o do avô.

Durante a entrevista, ele disse que manteria as ações de zeladoria pessoalmente aos finais de semana, como já fazia Doria. Apesar da presença do prefeito, o Estado revelou em outubro de 2017 que oito de nove serviços desta área - como reparos de calçadas, varrição de rua e limpeza de pichações - tiveram queda entre janeiro e agosto, na comparação com o mesmo período em 2016. À época, Covas era o secretário responsável pelas prefeituras regionais, responsáveis pela zeladoria do município. Ele foi removido do cargo no fim de outubro. "Vamos sanar o problema (da zeladoria) com mais inteligência, eficiência e informatização, unificando os trabalhos, com ações conjuntas e parcerias com a iniciativa privada", disse o novo prefeito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos