Topo

PF em Curitiba diz que é Lula quem precisa definir em que momento se entrega

Daniel Weterman, enviado especial

Curitiba

07/04/2018 11h16

No momento em que começa a missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia, com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Polícia Federal em Curitiba afirma que é o petista quem tem de definir em que momento se entrega. Os agentes na capital paranaense aguardam comunicação oficial da cúpula da PF sobre a condução do ex-presidente. Na manhã deste sábado (7), toda a negociação está concentrada em São Paulo, reforçam.

A prioridade ainda é negociar uma entrega do ex-presidente, e não promover uma ação ostensiva. Oficialmente, a PF não fala em que momento se executaria a prisão.