Manifestantes pró-Lula protestam contra Moro em Porto Alegre

Pedro Venceslau, enviado especial

Porto Alegre

O juiz federal da Lava Jato em Curitiba, Sérgio Moro, foi recebido por um protesto na entrada do Fórum da Liberdade, em Porto Alegre, nesta terça-feira, 10. O magistrado pediu a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado na Lava Jato, na última quinta-feira.

Cerca de 35 manifestantes seguravam cartazes "Lula Livre" e gritavam "golpista", quando o magistrado chegou ao evento para sua segunda palestra do dia. Pela manhã, militantes da Frente Povo Sem Medo empunhavam uma faixa pedindo a liberdade do ex-presidente em frente ao prédio do Fórum, que aconteceu na PUC-RS. Alguns estudantes se juntaram ao grupo.

Durante a fala do juiz, no auditório da faculdade, ainda era possível ouvir os gritos dos manifestantes.

Em sua fala, Moro exaltou ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que votaram contra a concessão do habeas corpus do ex-presidente na última quarta-feira. "O voto mais interessante foi o da Rosa Weber. É uma magistrada excepcional", disse. As declarações são um dia antes da sessão do plenário da Corte, em que os ministros podem rever prisão após segunda instância.

Dentro do evento, Moro foi ovacionado pela plateia de cerca de 4 mil pessoas, segundo a organização. Algumas pessoas chegaram a usar uma camiseta com a cara do magistrado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos