Moreira Franco cai em rampa do Palácio do Planalto após cerimônia de posse

Carla Araújo e Anne Warth

Brasília

Na tentativa de se esquivar do assédio de repórteres, o agora ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, tropeçou e caiu na rampa interna no Palácio do Planalto que dá acesso ao terceiro andar - onde fica a sala do presidente Michel Temer.

Assim que a cerimônia de posse acabou e Temer deixou o local, os novos ministros ficaram no Salão Nobre recebendo cumprimentos dos convidados. Neste momento, repórteres se aproximaram dos antigos e novos ministros para fazer entrevistas.

Devido à queda das ações da Eletrobras desde que seu nome foi anunciado, Moreira Franco era um dos mais procurados, principalmente para se pronunciar sobre o processo de privatização da estatal. No entanto, ele não quis dar declarações e saiu apressado para a rampa, cujo acesso é limitado e cercado por seguranças.

O ministro, porém, calculou mal o ângulo da rampa, tropeçou e caiu. Para se levantar, Moreira, que tem 73 anos, foi amparado por um segurança presidencial e deixou o local sem falar com os jornalistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos