França e Covas fazem 1ª reunião de trabalho e dizem que eleição não afeta relação

Marcelo Osakabe

São Paulo

Recém-empossados com a desincompatibilização de Geraldo Alckmin e João Doria, o governador Marcio França (PSB) e o prefeito Bruno Covas (PSDB) tiveram hoje sua primeira reunião de trabalho. O encontro foi feito no Palácio do Bandeirantes e tratou do "alinhamento das ações conjuntas entre o Governo do Estado e a prefeitura", segundo as redes sociais do governo de São Paulo.

Em vídeo gravado após o encontro, Covas diz que a campanha não vai interferir na relação entre os dois. "Sabemos que tem uma eleição pela frente, mas a questão eleitoral não vai contaminar dia a dia da prefeitura de São Paulo nem do governo do Estado nesta relação que é fundamental para melhorar a qualidade de vida da população", diz o prefeito.

"Tenho a satisfação em receber aqui hoje o Bruno Covas, prefeito de São Paulo. O Bruno é um querido de muitos anos, pela relação que tenho com sua família, mais do que isso, pela importância que tem São Paulo dentro do Estado", disse o governador pessebista. "Boa sorte para nós dois", finaliza.

França vai disputar a eleição com Doria, do mesmo partido do atual prefeito. No entanto, ambos devem oferecer algum tipo de palanque a Geraldo Alckmin na campanha nacional. Apesar de seu partido ter praticamente vetado uma composição com o PSDB, França já declarou, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, que o ex-governador é seu "candidato do coração".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos