Rocha de 250 toneladas é implodida para acelerar liberação da Mogi-Bertioga

José Maria Tomazela

Sorocaba

  • Gabriel Cabral/Folhapress

    Trecho onde houve queda de barreira na altura do km 89 da Rodovia Mogi-Bertioga (SP-098).

    Trecho onde houve queda de barreira na altura do km 89 da Rodovia Mogi-Bertioga (SP-098).

Uma equipe contratada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) implodiu, no final da noite desta quinta-feira, 12, uma pedra com cerca de 250 toneladas que havia ficado sobre o leito da rodovia Dom Paulino Rolim Loureiro (SP-098), conhecida como Mogi-Bertioga, durante deslizamento na madrugada de quarta-feira, 12.

A fragmentação da rocha vai facilitar a retirada do material que ainda está sobre a pista. O DER estima que ao menos 10 mil metros cúbicos de terra e pedras já foram retirados.

O órgão pretendia liberar a estrada durante o final de semana, mas foram detectadas outras pedras de grande porte sobre o barranco, com risco da ocorrência de novos deslizamentos, pois o terreno no local continua encharcado. Foram encontradas algumas nascentes que mantém o solo bastante instável. Segundo o DER, os trabalhos vão prosseguir durante o final de semana e, na segunda-feira (16), será feita nova avaliação.

A rodovia está interditada no trecho entre o km 69 e o km 98, onde aconteceu o deslizamento. O tráfego para Bertioga está sendo desviado para o Sistema Anchieta-Imigrantes. Já quem segue para a região de São Sebastião deve optar pela Rodovia dos Tamoios.

Esse foi o quarto deslizamento com interdição de pista, neste ano, no trecho de serra da rodovia. O anterior havia acontecido no dia 28 de março. A estrada recebe cerca de 17 mil veículos por dia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos