Filho de agente penitenciário é assassinado a tiros

São Paulo

"Tem de morrer! É filho de agente", essa foi a resposta dada por um dos quatro criminosos que mataram Daniel Teixeira de Oliveira, quando sua mãe implorava pela vida do filho, antes de ser assassinado. Já no chão, os criminosos efetuaram outro disparo no rapaz, que já estava ferido.

O crime aconteceu por volta das 19h30 da quinta-feira, 12, no bairro do Marco, em Belém. A vítima, de 27 anos, era filho de Maruzan Gonçalves de Oliveira, agente penitenciário lotado no Centro de Recuperação do Coqueiro. A polícia acredita que o servidor era alvo da ação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos