Em SP, pichadores do Pátio do Colégio são multados em R$ 10 mil

Marina Dayrell

São Paulo

  • Dario Oliveira/Estadão Conteúdo

Dois dos envolvidos na pichação da fachada do Pátio do Colégio, no Centro Histórico de São Paulo, na última semana, foram multados em R$ 10 mil cada um. O casal foi ouvido pela Polícia Civil de São Paulo na última quinta-feira, 12. Um terceiro suspeito já foi identificado, mas ainda é procurado pela polícia.

O casal João Luis Prado Simões França, de 33 anos, e Isabela Tellerman Viana, de 23, confessou a participação no crime. Junto com um terceiro suspeito, eles picharam a frase "Olhai por nóis" (sic) na fachada do monumento paulistano.

O homem, conhecido como M.I.A, ("Massive Ilegal Arts", Artes Ilegais de Massa em tradução livre), é considerado o líder do grupo pela polícia e confessou ter participado de outras pichações a pontos importantes da cidade, como Monumento às Bandeiras e estátua do Borba Gato, em 2016, e muro do Estádio do Morumbi, em 2017.

A limpeza da fachada nesta segunda-feira, 16, e mais de 100 voluntários participam do processo de recuperação, que deve se estender até a sexta-feira, 20. O mutirão é organizado em turnos, das 7h às 12h e das 12h às 17h, e todo o material utilizado nas atividades foi cedido ou doado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos