Após decisão do TSE, Amoêdo afirma que não usará recursos do fundo partidário

Pedro Borg, especial para AE

Brasília

Na esteira da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que confirmou nesta quinta-feira, 3, a possibilidade de os partidos usarem o fundo partidário para as próximas eleições, o pré-candidato à Presidência João Amoêdo (Novo) declarou via redes sociais que não irá usar os recursos previstos pelo fundo.

Em seu Twitter pessoal, Amoêdo voltou a criticar o uso de dinheiro público para financiamento de campanhas e declarou que assim como aconteceu com o dinheiro do fundo eleitoral, não irá utilizar a verba do fundo partidário prevista para seu partido.

"Além do fundo eleitoral de R$ 1,7 bilhão, os partidos usarão o fundo partidário para campanhas. Esses fundos são compostos por nossos impostos. É a velha política usando o nosso dinheiro para se manter no poder e lutar contra a renovação. O NOVO não usa nem R$ 1 desses fundos", declarou o pré-candidato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos