Promotoria denuncia ex-diretor do Metrô Sérgio Brasil por propina de R$ 2,5 mi

Fausto Macedo e Julia Affonso

São Paulo

O promotor Marcelo Mendroni, do Ministério Público de São Paulo, denunciou o ex-diretor do metrô Sérgio Brasil por corrupção e lavagem de dinheiro. Executivos da Camargo Corrêa afirmaram em delação premiada que Sérgio Brasil recebeu R$ 2,5 milhões em propina para fraudar a licitação da Linha 5-Lilás do Metrô.

A reportagem está tentando contato com os citados, mas não havia conseguido respostas até a publicação desta matéria. O espaço está aberto para as manifestações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos