Márcio França: Flávio Rocha tem muito a ver com Doria, os 2 são ricos

Daniel Weterman e Pedro Venceslau

São Paulo

O governador de São Paulo e pré-candidato à reeleição, Márcio França (PSB), disse que considera normal a aproximação de João Doria (PSDB), seu adversário na disputa, com o empresário Flávio Rocha, presidenciável do PRB.

Mais cedo, Doria defendeu ao Broadcast Político que Rocha esteja junto com o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) nas eleições presidenciais.

"Não tenho nada contra o Flávio Rocha. Acho que ele tem muito a ver com o Doria. Empresários ricos, pessoas que têm associação de ideias, pensam parecido, é mais ou menos normal que estejam juntos", disse França, que apoia Alckmin na corrida ao Planalto, ao chegar para a Marcha para Jesus, em São Paulo.

Disputando a preferência de Alckmin na disputa estadual, França alfinetou o ex-prefeito de São Paulo ao dizer que "o palanque do coração" de Alckmin não pertence ao PSDB em São Paulo.

"Existe o palanque que o partido te obriga a fazer, existe o palanque do coração. No palanque do coração do Alckmin eu já sei que só tem um lugar e, nesse lugar, certamente não vai estar o outro lado."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos