Rocha rechaça ser vice de Alckmin e diz que tucano é que seria 'um ótimo vice'

Pedro Venceslau, Adriana Ferraz e Daniel Weterman

São Paulo

O empresário Flávio Rocha, pré-candidato à Presidência pelo PRB, rechaçou nessa quinta-feira, 31, a possibilidade de ser vice na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB), mas afirmou que o ex-governador seria um ótimo vice na sua chapa.

Segundo ele, há um esforço para construir "uma grande coalizão de centro", mas isso não significa que considere a hipótese de abrir mão da disputa. "Meu perfil tem mais chance de ganhar nessa disputa com os extremos", disse Rocha. "Eu aceitaria ter o Geraldo como vice. Ele traria experiência e trânsito político", disse Rocha ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Em entrevista exclusiva ao Broadcast Político, o ex-prefeito da capital paulista João Doria defendeu mais cedo que Rocha integre a chapa de Alckmin. Ele afirmou inclusive que o dono das lojas Riachuelo e o ex-governador tucano "estarão juntos" nas eleições.

A declaração causou incômodo no PSDB, que negocia com o PRB no plano nacional. Sobre ser vice de Alckmin, Rocha afirmou que essa possibilidade "está descartada".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos