PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Bolsonaro vai Brumadinho, onde se reúne com autoridades e representantes da Vale

Renata Batista

Brumadinho

26/01/2019 08h29

O presidente Jair Bolsonaro deve sair de Brasília às 8h30, em direção a Brumadinho (MG), onde ontem rompeu uma barragem da Vale deixando mais de 150 pessoas desaparecidas. Bolsonaro desce no Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, sobrevoa a região e depois retorna ao aeroporto para uma reunião com autoridades e representantes da empresa. Ele não deve descer no local do desastre.

Até o fim da noite de ontem, sete corpos já haviam sido localizados em meio à lama. Equipes de socorro e de assistência trabalharam durante toda a noite. Bombeiros e agentes da Defesa Civil do Rio e de São Paulo estão na região para apoiar as buscas.

Mais de cem pessoas foram resgatadas com vida entre a lama nas horas após o acidente.

De acordo com funcionários da Vale deslocados para Brumadinho, diferentemente do acidente em Mariana, quando outra barragem da empresa se rompeu há três anos, dessa vez o impacto foi mais concentrado. A avalanche de lama atingiu fortemente áreas da própria empresa, inclusive o refeitório no horário de almoço.

A Vale montou duas estruturas de apoio às vítimas e familiares, além do Centra primeira na faculdade ASA de Brumadinho, para onde estão sendo levadas doações e prestados esclarecimentos. o segundo ponto fica na Estação do Conhecimento da companhia, que funciona de base para as equipes de socorro.

Até agora, não há informações atualizadas sobre o deslocamento da lama.

Cotidiano