PUBLICIDADE
Topo

Política

Bolsonaro pediu a Onyx para negociar com Bebianno sobre ações judiciais, diz jornal

2.jan.2019 - Bebianno (e), Onyx (c) e Bolsonaro juntos - DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO
2.jan.2019 - Bebianno (e), Onyx (c) e Bolsonaro juntos Imagem: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

20/02/2019 20h30Atualizada em 20/02/2019 21h44

Um diálogo entre o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), e o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) mostra que Onyx teria sido encarregado de procurar o ex-ministro Gustavo Bebianno, demitido na segunda-feira (18), para apaziguar as relações entre o governo e o ex-coordenador da campanha presidencial do PSL.

O áudio foi divulgado nesta noite pelo jornal O Globo. Segundo a publicação, a conversa teria sido ouvida por meio de um telefonema aparentemente acidental do chefe da Casa Civil a um repórter do jornal.

Na conversa, Bolsonaro demonstra preocupação com o pagamento por processos judiciais em que Bebianno representa o presidente como advogado. "Se ele (Bebianno) me cobrar individualmente o mínimo, eu to f... Tem que vender uma casa minha para poder pagar", diz o presidente.

Onyx contou ao presidente que conversaria com Bebianno sobre as ações. Além disso, disse a Bolsonaro que havia ficado sabendo, através de um intermediário, que o ex-ministro negara a possibilidade de fazer novos ataques ao governo. Bebianno teria prometido que não diria "mais nenhuma palavra" sobre seus desentendimentos com o Planalto e a família do presidente, segundo Onyx.

O diálogo entre Bolsonaro e Onyx ocorre um dia após a divulgação de áudios que contestam acusações do presidente e de seu filho, o vereador Carlos Bolsonaro, de que Bebianno teria mentido. Também ontem, o ex-ministro criticou Carlos em uma entrevista à rádio Jovem Pan e disse que o filho faz uma "macumba psicológica" no presidente.

Bebianno fala sobre ser chamado de mentiroso e Bolsonaro defende Carlos

UOL Notícias

Política