Topo

Alcolumbre diz a Toffoli que harmonia entre os Poderes prevalecerá

06.fev.2019 - O presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) - Pedro Ladeira/Folhapress
06.fev.2019 - O presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) Imagem: Pedro Ladeira/Folhapress

Daniel Weterman

Em Brasília

26/04/2019 12h33

Após um pedido de impeachment contra o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e o ministro da corte Alexandre de Moraes ter sido protocolado no Senado, o presidente da Casa Legislativa garantiu a Toffoli que a harmonia e a independência dos Poderes prevalecerão em nome da estabilidade.

"A harmonia e a independência dos Poderes prevalecerão neste momento para a estabilidade e a segurança jurídica de 210 milhões de brasileiros", disse Alcolumbre durante sessão de homenagem à TV Globo no plenário do Senado, evento do qual Toffoli também participou. O presidente do Senado enfatizou que o ministro do STF seria sempre "muito bem-vindo" ao Congresso Nacional.

Na última terça-feira, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) protocolou um pedido de impeachment do presidente de Toffoli e Moraes após os desdobramentos do inquérito que investiga supostos ataques contra o STF e a censura imposta a uma reportagem que citava o presidente do Supremo. No mesmo dia, o presidente do Senado indicou que não dará andamento à denúncia. "Não é clima ou não clima, não é prioridade na pauta do Senado isso", afirmou Alcolumbre.

Pelo menos dois senadores que criticaram o Supremo pelo inquérito e pela determinação de retirar a reportagem do ar estavam na sessão: Jorge Kajuru (PSB-GO) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Em seu discurso, Randolfe destacou a liberdade de imprensa como "a mais importante de todas as liberdades". Ele cumprimentou Toffoli dizendo que a presença dele na sessão "é a presença da liberdade das instituições e do fortalecimento da democracia".

Ao deixar o Senado, Toffoli destacou a importância da liberdade de imprensa, mas ponderou que é preciso "estar atento" a informações falsas.

Mais Política