Topo

Bolsonaro deve ir ao Paraná nesta quinta-feira para inaugurar hidrelétrica

Adriano Machado-10.mai.19/Reuters
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) Imagem: Adriano Machado-10.mai.19/Reuters

Felipe Frazão

Em Brasília

2019-05-21T09:10:00

21/05/2019 09h10

O presidente Jair Bolsonaro planeja viajar ao Paraná na quinta-feira para inaugurar em Capanema a usina hidrelétrica do Baixo Iguaçu, conforme o gabinete do porta-voz da Presidência da República.

Bolsonaro deverá encontrar em cerimônia pública o governador do Estado, Ratinho Junior (PSD), já que a Companhia Paranaense de Energia (Copel), controlada pelo governo, detém 30% de participação na usina. Os 70% restantes pertencem à Neoenergia.

O investimento foi de R$ 2,4 bilhões, segundo o governo do Paraná. A usina pode produzir 350,2 megawatts, sendo capaz de atender um município com 1 milhão de habitantes. A obra foi realizada pelas empresas Norberto Odebrecht e Alstom.

Bolsonaro já fez outras viagens oficiais como presidente ao Paraná: esteve duas vezes em Foz do Iguaçu e uma em Curitiba. O retorno ao Estado alterou o plano presidencial de viagem ao Nordeste, cuja primeira incursão ocorrerá um dia depois, na sexta-feira, em Pernambuco. Inicialmente, a viagem ao Nordeste havia sido anunciada com duração de dois dias.

Em busca de inaugurações de obras e anúncios de recursos, o presidente deve agora concentrar a agenda em um só dia: o plano em estudo é entregar casas populares, em Petrolina, do programa Minha Casa, Minha Vida, e participar da reunião do Conselho Deliberativo da Sudene (Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste), em Recife.

Na reunião, com todos os governadores da região, o presidente participará da aprovação de um plano regional de desenvolvimento para os próximos 12 anos e de um reforço de R$ 2,1 bilhões no orçamento do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste.

O presidente também cogitava visitar obras da transposição do Rio São Francisco no sertão e a fábrica de automóveis da Fiat-Chrysler em Goiana. Esses compromissos, porém, não estão confirmados.

Classe política é o grande problema do País, diz Bolsonaro

Band Notí­cias

Mais Política