Topo

Governo avalia revogar MP para garantir votação da reforma administrativa

Mariana Haubert

Brasília

21/05/2019 23h32

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou nesta terça-feira que o governo trabalha com a possibilidade de ter que revogar a medida provisória 866, que trata da criação da empresa de navegação Nav Brasil, caso ela atrapalhe a votação de outra MP, a 870, que organizou os ministérios da gestão do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com Hasselmann, o plenário da Câmara tentará votar a MP da Nav logo após a conclusão da votação da MP 863, que autoriza o investimento de até 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras. Os governistas, no entanto, irão "sentir a temperatura" do plenário e, se avaliarem que a discussão sobre a Nav pode se estender, acionarão o governo para que ele revogue a medida.

"A prioridade número 1 do governo neste momento é aprovar a MP 870 e temos que votá-la aqui até amanhã", disse. A previsão é de que o plenário da Câmara comece a votar a medida nesta quarta. Se for aprovada, seguirá para análise do Senado.

Mais Política