Topo

Aeroporto Santos Dumont fecha para obras, e ponte aérea vai para o Galeão

O aeroporto Santos Dumont é um dos mais movimentados do país, com capacidade para receber 13,1 milhões de passageiros por ano - Divulgação/Infraero
O aeroporto Santos Dumont é um dos mais movimentados do país, com capacidade para receber 13,1 milhões de passageiros por ano Imagem: Divulgação/Infraero

Caio Sartori

Rio

24/08/2019 09h40

Começam neste sábado, 24, as obras na pista principal do Aeroporto Santos Dumont, no Rio, que devem ocorrer até o dia 21 de setembro. Com isso, quase todos os voos - inclusive a Ponte Aérea Rio-São Paulo - serão temporariamente transferidos para o Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, que estima receber 767 mil passageiros a mais do que o normal. Isso representa um aumento de 73%, cerca de 200 voos novos por dia.

A única companhia que usará a pista auxiliar do Santos Dumont para alguns voos no período é a Azul. Na primeira semana, ou seja, até o dia 31 de agosto, continuam no terminal as viagens para Campos dos Goytacazes, São José dos Campos, Congonhas e Ribeirão Preto. Depois disso, as partidas para Vitória reforçam a lista.

Com as mudanças, o Galeão preparou uma série de alterações para conseguir dar conta do fluxo - a fim de organizar, por exemplo, o trânsito e os acessos ao aeroporto. Quem for de táxi deve saltar no Piso Zero do edifício garagem, localizado em frente ao Terminal 2. Este funcionará como espaço de embarque para quem sair da unidade nos "amarelinhos".

O Terminal 1 ficará disponível para embarque e desembarque de quem chegar em ônibus e vans. O estacionamento administrativo, antigo E-4, será o ponto de embarque para quem optar por carros do Uber, que ficarão estacionados no local.

Outras mudanças também buscam dar conta da locomoção interna entre os terminais e da demanda por serviços. Das 5h às 22h, carrinhos elétricos vão ficar à disposição para fazer o trajeto entre os terminais, que ficam a cerca de 400 metros um do outro. Os picos de fluxo devem ocorrer entre 6h e 9h, de manhã, e 18h e 21h, à noite.

Haverá ainda um reforço de profissionais que trabalham com raio-X, segurança, emergências médicas, brigadas de incêndio e limpeza. As empresas aéreas vão oferecer, de hora em hora, transporte gratuito do Santos Dumont para o Galeão. O embarque funcionará por ordem de chegada.

Mais Cotidiano