Topo

Doria diz que é hora de lutar pela prisão em 2ª instância

O governador de São Paulo, João Doria - 23.set.2019 - Guilherme Rodrigues/Myphoto Press/Estadão Conteúdo
O governador de São Paulo, João Doria Imagem: 23.set.2019 - Guilherme Rodrigues/Myphoto Press/Estadão Conteúdo

Nayara Figueiredo

São Paulo

09/11/2019 19h30

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), usou sua conta no Twitter para declarar luta a favor da prisão de todos os condenados em 2ª instância. Entre os condenados nesta situação, recém libertos com base em uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), está o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que deixou, ontem, a sede da Polícia Federal em Curitiba (PR).

"Lutei ao lado do povo para vencermos o PT e a esquerda e livramos São Paulo desse mal. Também apoiei a campanha do presidente (Jair) Bolsonaro, para o PT não voltar ao governo federal. Agora é a hora de lutarmos pela mudança constitucional e todos os condenados em 2ª instância voltarem para a cadeia", afirmou o tucano na publicação.

Na postagem, Doria compartilhou a imagem de uma manchete do jornal Folha de S. Paulo que destaca o reencontro de Lula com o ex-ministro José Dirceu, também beneficiado pela decisão do STF.

Política