PUBLICIDADE
Topo

Quadrilha rende moradores, enfrenta polícia e explode agência em Botucatu (SP)

Getty Images
Imagem: Getty Images

José Maria Tomazela

Sorocaba

11/12/2019 13h32

Uma quadrilha armada com fuzis rendeu ao menos 12 moradores, fez disparos para o alto e causou pânico durante um assalto com explosivos a uma agência bancária, na madrugada desta quarta-feira, 11, em Botucatu, no interior de São Paulo. A força da explosão derrubou paredes e danificou a agência da Caixa Econômica Federal, na região central da cidade.

Os criminosos fugiram, mas não havia informações sobre o valor roubado. Até o fim da manhã, nenhum suspeito tinha sido preso. O ataque aconteceu por volta de 1h30. Moradores foram acordados com o barulho de explosões e rajadas de metralhadoras. Conforme a Polícia Civil, cerca de dez criminosos atravessaram carros para bloquear a Avenida Dom Lúcio, uma das principais da cidade, e o entorno da agência.

Depois de estourar a porta de vidro, eles invadiram o prédio e foram até os fundos, usando dinamites para explodir o cofre. Do lado de fora, outros criminosos mantinham a Polícia Militar e a Guarda Municipal a distância, fazendo sucessivos disparos. Só na frente da agência foram recolhidas 70 cápsulas de vários calibres.

Imagens de câmeras de monitoramento mostram os bandidos armados e encapuzados apontando armas para os moradores - alguns reféns estavam com os braços levantados. Algumas lojas também foram invadidas pelos criminosos. A ação durou cerca de 20 minutos.

Na fuga, a quadrilha espalhou "miguelitos" - pregos retorcidos - para dificultar a perseguição pelas viaturas policiais. A Polícia Federal, que assumiu a investigação, recolheu imagens das câmeras na tentativa de identificar integrantes da quadrilha. Conforme a informação inicial, foram levadas joias do setor de penhores da agência.

Cotidiano