PUBLICIDADE
Topo

Eleições 2020

PSL confirma atual prefeita à reeleição em Sorocaba e faz aliança com PSB e MDB

A atual prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho (PSL) - Divulgação/Prefeitura de Sorocaba
A atual prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho (PSL) Imagem: Divulgação/Prefeitura de Sorocaba

José Maria Tomazela

Sorocaba

12/09/2020 16h09

Em convenção encerrada na tarde deste sábado, 12, o PSL confirmou a candidatura à reeleição da atual prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho. O vice será o advogado Roberto Freitas, presidente do PSB local.

O partido anunciou também a adesão do MDB, que desistiu de lançar candidatura própria. O pré-candidato emedebista à prefeitura, vereador Fernando Dini, decidiu se candidatar a um novo mandato na Câmara Municipal e deve somar com a chapa de Jaqueline na campanha.

O MDB tem tradição na cidade, que governou durante 12 anos, entre as décadas de 1980 e 1990.

A convenção do PSL, partido que elegeu o presidente da República, Jair Bolsonaro, que já deixou a sigla, mobilizou lideranças da agremiação.

Estiveram no evento o presidente estadual e vice nacional, Júnior Bozzella, o senador Major Olímpio, o deputado federal Jefferson Campos (PSD-SP) e o estadual Carlos Cézar (PSB).

Jaqueline disse que o partido vai com uma coligação forte para a disputa da prefeitura. "A prática não pode ser dissonante do discurso. O que a gente fala tem que cumprir. É assim que sou. Essa é a nossa coligação que estará forte e unida para crescer", disse.

Além do MDB, compuseram com o PSL os partidos PSC, PSB e Patriotas.

Jaqueline Coutinho era delegada da Polícia Civil e entrou na política em 2016, como vice na chapa de José Crespo (DEM), que venceu as eleições para prefeito de Sorocaba.

Na época, ela era do PTB e assumiu a prefeitura de forma definitiva em 2019, após duas cassações de Crespo pela Câmara.

A própria Jaqueline foi pivô da primeira delas, quando acusou o então prefeito de quebra do decoro.

Eleições 2020