PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

'Tomar a vacina é um ato de responsabilidade social', diz cardeal Odilo Scherer

18/01/2021 16h11

São Paulo - O cardeal Odilo Pedro Scherer afirmou que a decisão de tomar a vacina é um ato de responsabilidade individual e social, além de um dever moral. Nas palavras do Arcebispo de São Paulo, 'tomar a vacina será um bem para nós mesmos e para as demais pessoas'.

A mensagem foi expressa em nota divulgada pela Arquidiocese de São Paulo neste domingo, 17. O texto comemora a aprovação do uso emergencial da Coronavac e da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca, elogiando os esforços científicos e técnicos no desenvolvimento dos imunizantes.

O arcebispo destacou ainda a necessidade de manutenção dos cuidados preventivos, como o uso de máscaras e o distanciamento social, para evitar a transmissão do Sars-Cov-2.

"Isso evitará a eventual possibilidade de que nos tornemos vítimas da pandemia, justamente neste período final de luta, depois de tanto esforço e sacrifício já enfrentados", afirmou.

LEIA A NOTA DE D. ODILO SCHERER

A favor da vacinação

Expresso minha satisfação pela aprovação, para o uso emergencial, de vacinas contra a COVID-19 no Brasil no dia de hoje. Os esforços científicos e técnicos, com os quais me congratulo, foram recompensados por esse reconhecimento das autoridades sanitárias de nosso País.

Podemos, assim, começar a respirar mais aliviados, diante da possibilidade concreta da imunização da população brasileira contra a difusão da pandemia, que já causou tanto sofrimento, angústia e também perdas de vidas preciosas.

Faço votos de que as vacinas cheguem quanto antes aos grupos de maior exposição ao risco de contágio e das consequências de uma eventual enfermidade por causa do vírus e, em seguida, também a toda a população.

Tomar a vacina será um bem para nós mesmos e para as demais pessoas.

Estaremos, assim, colaborando com a saúde do próximo e ajudando a diminuir sofrimentos, possibilitando a desejada retomada do ritmo "normal" de vida pessoal e social. A decisão de tomar a vacina é um ato de responsabilidade individual e social e também, como lembrou recentemente o Papa Francisco, um dever moral.

Enquanto ainda não tiver chegado a nossa vez de receber a vacina, continuemos com todos os cuidados preventivos, como já foi amplamente divulgado e incentivado até agora, a fim de evitar o contágio. Isso evitará a eventual possibilidade de que nos tornemos vítimas da pandemia, justamente neste período final de luta, depois de tanto esforço e sacrifício já enfrentados.

Que Deus recompense a todos os que se dedicam, de muitas maneiras, ao cuidado da saúde do próximo e conserve a todos com boa saúde!

São Paulo, 17 de janeiro de 2021

Cardeal Odilo Pedro Scherer

Arcebispo de São Paulo

Redação, O Estado de S.Paulo

Cotidiano