PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Pacheco diz que CPI da Covid não é o melhor caminho para combater a pandemia

"Pessoas precisam para parar de morrer", disse Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado - Jefferson Rudy/Agência Senado
'Pessoas precisam para parar de morrer', disse Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado

Cícero Cotrim

São Paulo

04/03/2021 07h47

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse na noite de ontem que uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar as ações do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia da covid-19 não é o melhor caminho para combater a crise. Mesmo assim, Pacheco afirmou que não pretende arquivar nenhum requerimento de instalação do colegiado.

"Não acredito que seja no âmbito de uma CPI que nós vamos encontrar soluções que as pessoas precisam para parar de morrer, para parar de sofrer durante uma pandemia", disse o presidente do Senado, em entrevista ao programa Manhattan Connection, da TV Cultura. "A responsabilização pelos fatos decorrentes da pandemia, não só do presidente, como dos demais sujeitos, será julgada pelo Poder Judiciário, pela instância política do Congresso, pelo julgamento político das pessoas."

Pacheco voltou a dizer que o Congresso busca caminhos para ampliar a escala da vacinação e retomar o auxílio emergencial e citou a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial, aprovada em primeiro turno pelo Senado nesta quarta-feira. Ele repetiu que a medida vai estabelecer um protocolo fiscal para que o benefício possa ser retomado.

O presidente do Senado disse ainda que adota uma postura de independência da Casa em relação ao Planalto. "Meu comportamento é de independência, de respeito às instituições e aos Poderes, mas de independência do Senado", afirmou.

Política