PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Integrantes da CPI da Covid e servidores envolvidos farão testagem semanal

O vice-presidente eleito da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP); o presidente, senador Omar Aziz (PSD-AM), e o relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL) - Edilson Rodrigues/Agência Senado
O vice-presidente eleito da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP); o presidente, senador Omar Aziz (PSD-AM), e o relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL) Imagem: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Brasília

06/05/2021 18h38Atualizada em 06/05/2021 19h20

Os integrantes da CPI da Covid e assessores envolvidos passarão a fazer testes semanais para detecção de covid-19. Os exames serão feitos todas as quintas. A necessidade de realização da testagem semanal foi ressaltada pelos membros da CPI na manhã desta quinta-feira, 6, e autorizada nesta tarde pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Ao falar sobre a demanda, o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), destacou que os senadores tem frequentado o ambiente da comissão diariamente, e também pegado voos para seus Estados de origem.

Segundo o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), outra questão conversada com o presidente do Senado é a possibilidade de os senadores utilizarem um espaço maior para realizar as reuniões da comissão.

A CPI da Covid foi criada no Senado após determinação do Supremo. A comissão, formada por 11 senadores (maioria é independente ou de oposição), investiga ações e omissões do governo Bolsonaro na pandemia do coronavírus e repasses federais a estados e municípios. Tem prazo inicial (prorrogável) de 90 dias. Seu relatório final será enviado ao Ministério Público para eventuais criminalizações.