PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Na véspera do Dia do Aviador, Bolsonaro entrega medalhas a Flávio e aliados

Solenidade para entrega de medalhas ocorreu na Base Aérea de Brasília - Reprodução/TV Brasil
Solenidade para entrega de medalhas ocorreu na Base Aérea de Brasília Imagem: Reprodução/TV Brasil

Eduardo Gayer

Em Brasília

22/10/2021 13h21Atualizada em 22/10/2021 13h39

Ao lado do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, presidente Jair Bolsonaro participou na manhã de hoje de solenidade alusiva ao Dia do Aviador e ao Dia da Força Aérea Brasileira, na Base Aérea de Brasília.

Lá, Bolsonaro fez entrega de medalhas da Ordem do Mérito Aeronáutico ao filho senador, Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e aos ministros Anderson Torres (Justiça e Segurança Pública), Milton Ribeiro (Educação) e Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União).

Outros aliados do governo igualmente foram agraciados com a condecoração. Entre eles, os deputados federais Hélio Lopes (PSL-RJ) e Carla Zambelli (PSL-SP), da tropa de choque de Bolsonaro no Congresso Nacional.

Mais distante do Executivo, o senador Álvaro Dias (Podemos-PR) recebeu a medalha, além de servidores da FAB e embaixadores. O Podemos articula a candidatura do ex-ministro da Justiça Sergio Moro à Presidência da República.

Em um gesto incomum, Bolsonaro chegou ao evento utilizando máscara de proteção contra a covid-19. Poucos minutos depois, contudo, deixou de fazer uso do item, recomendado por especialistas para reduzir as infecções pelo novo coronavírus.

O governo Bolsonaro teve início em 1º de janeiro de 2019, com a posse do presidente Jair Bolsonaro (então no PSL) e de seu vice-presidente, o general Hamilton Mourão (PRTB). Ao longo de seu mandato, Bolsonaro saiu do PSL e ficou sem partido. Os ministérios contam com alta participação de militares. Bolsonaro coloca seu alinhamento político à direita e entre os conservadores nos costumes.