PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Gleisi fala em união e diz que motociata de Bolsonaro na Bahia foi ‘ridícula’

Brasília

02/07/2022 14h49

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, disse que o presidente Jair Bolsonaro (PL) está "desesperado" e afirmou que motociata da qual o chefe do Executivo participou neste sábado, 2, em Salvador, foi "ridícula", em referência ao número de participantes. A deputada discursou durante um ato político na cidade baiana com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do PT ao Palácio do Planalto.

"Todos esses partidos estão irmanados nesse movimento para reconstruir o Brasil. Unir todas as forças que nós podemos unir para tirar da cadeira da República esse traste que está sentado lá e que faz tanto mal ao povo brasileiro. O Brasil não merece Bolsonaro", disse Gleisi, em referência ao PV e ao PCdoB, que formaram uma federação partidária com o PT, e o PSB, que indicou o ex-governador Geraldo Alckmin como pré-candidato a vice na chapa que vai disputar o Planalto.

"Vocês viram o tamanho da motociata dele aqui na Bahia? Foi ridícula", declarou Gleisi. Os organizadores da motociata de Bolsonaro em Salvador estimavam um público de 15 mil pessoas, mas ainda não há números oficiais.

A presidente do PT também voltou a criticar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que concede uma série de benefícios às vésperas da eleição, aprovada nesta semana no Senado, embora toda a bancada de senadores petistas tenha votado a favor da medida.

"Não vamos achar que eles vão fazer pouco. Bolsonaro está desesperado, está fazendo um monte de coisa. Inclusive, agora, dando benefício para o povo brasileiro. Coisa que ele não deu em três anos e meio, ele quer fazer agora, achando que pode enganar o povo", afirmou Gleisi.

Além de Lula e Gleisi, estão presentes no ato Geraldo Alckmin, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), o senador Jaques Wagner (PT-BA), que faz parte da coordenação da pré-campanha de Lula, e Jerônimo Rodrigues, pré-candidato petista ao governo baiano.

Bolsonaro, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e a senadora Simone Tebet (MDB), que pretendem disputar o Planalto em outubro, também cumprem agenda hoje em na capital da Bahia. Ciro e Simone chegaram a se encontrar no cortejo cívico.

Cotidiano