Grãos: USDA reduz estimativa de produção para a soja no Brasil em 2023/24

São Paulo, 12/06 - O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu sua estimativa para a produção de soja no Brasil na temporada 2023/24. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, o USDA estimou a safra em 153 milhões de toneladas, ante 154 milhões de toneladas no relatório de maio. Analistas consultados pelo Wall Street Journal esperavam uma redução para 151,8 milhões de toneladas. A previsão de exportações foi mantida em 102 milhões de toneladas. Para 2024/25, a estimativa de safra ficou inalterada em 169 milhões de toneladas.A produção brasileira de milho foi mantida em 122 milhões de toneladas, enquanto os analistas esperavam um corte para 121 milhões de toneladas. A estimativa de embarques foi mantida em 50 milhões de toneladas. Para 2024/25, o USDA manteve a produção em 127 milhões de toneladas. Quanto à safra argentina de soja, a projeção foi mantida em 50 milhões de toneladas. O mercado projetava uma redução para 49,8 milhões de toneladas. Para 2024/25, a estimativa do USDA ficou inalterada em 51 milhões de toneladas. A expectativa para a produção de milho na Argentina foi mantida em 53 milhões de toneladas, enquanto os analistas esperavam uma redução para 51,2 milhões de toneladas. A expectativa de embarques ficou inalterada em 38 milhões de toneladas. Para 2024/25, o USDA manteve a previsão de safra em 51 milhões de toneladas.