Brasil poderá exportar óleo de cozinha usado para os EUA

O Brasil poderá exportar óleo de cozinha usado - UCO (Used Cooking Oil) - para os Estados Unidos, informaram, nesta quinta-feira, 20, em nota conjunta, os Ministérios da Agricultura e das Relações Exteriores. A aprovação sanitária das autoridades norte-americanas foi recebida pelo governo brasileiro nesta quinta-feira. O UCO, resíduo de óleos e gorduras vegetais usados em cozinhas e frituras na indústria alimentícia, é aproveitado como matéria-prima para biocombustíveis, incluindo biodiesel e combustível de aviação sustentável.De acordo com a pasta, esta foi a segunda abertura dos EUA para produtos agrícolas brasileiros este ano, após autorização concedida em janeiro para a exportação de gelatina e colágeno de origem animal. Em nota, o Ministério da Agricultura afirmou que exportação de UCO do Brasil para os Estados Unidos representa uma oportunidade de mercado, impulsionada pela crescente demanda norte-americana por biocombustíveis.Para atender às exigências dos EUA, o Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (DIPOV) do Ministério da Agricultura deve emitir uma certificação de rastreabilidade, identidade e origem do produto, baseada em auditorias dos procedimentos de autocontrole dos estabelecimentos armazenadores e exportadores.Com a nova oportunidade de venda, o agronegócio brasileiro alcançou sua 146ª expansão comercial em 51 países desde o ano passado. Em 2024, foram abertos 68 novos mercados em 29 países.