Bovinos: participação de fêmeas no abate é inferior a 50% em MT, aponta Imea

São Paulo, 10/07 - A participação de fêmeas no abate total de bovinos ficou abaixo dos 50% no Estado de Mato Grosso pela primeira vez no ano no mês de junho, informou o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea-MT) em relatório. O índice foi de 49,72%, o menor dos últimos seis meses. Também caiu 1,78% em relação a junho de 2023. De acordo com o Imea-MT, o Estado enviou 660,74 mil bovinos para o abate no mês passado, uma redução de 4,26% em relação a maio. Embora a média histórica ainda indique participação elevada de vacas, a intensidade dos abates tem diminuído. Em termos anuais, houve variação positiva de 11,57% nos abates de fêmeas em relação a junho de 2023, quando o indicador era de 36%, segundo o Imea-MT. Essa retração na participação de vacas no abate reflete uma mudança no ciclo pecuário do Estado. A tendência no curto prazo aponta para uma redução na oferta de animais para as indústrias de Mato Grosso, sinalizando um ajuste na dinâmica de produção e abate bovino.