UOL Notícias Notícias
 

17/03/2007 - 09h14

Lula avisa PMDB que pode vetar Balbinotti

A condição de futuro ministro da Agricultura do deputado Odílio Balbinotti (PMDB-PR) pode não passar da próxima segunda-feira. Às voltas com um inquérito criminal envolvendo falsidade ideológica, ações no seu Estado de origem e a constatação de que seu patrimônio cresceu mais de 20 vezes em cinco anos, o deputado tem representado constrangimento para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que já emite sinais de descontentamento.

Lula conversou com o presidente do PMDB, deputado Michel Temer (SP), depois da cerimônia de posse de três ministros, no Palácio do Planalto. Na conversa, de cerca de 15 minutos, Lula disse que precisava de mais 48 horas para qualquer definição sobre o futuro do Ministério da Agricultura. Temer respondeu a Lula que não havia nenhum problema em substituir Balbinotti por outro nome da lista entregue pelo PMDB ao presidente.

Dirigentes peemedebistas agora revelam que não era ele o candidato preferido dos deputados entre os seis da lista. "Se fosse para apontar um nome ligado ao setor rural, a bancada escolheria o Waldemir Moka (MS)", revela um dirigente.

O presidente Lula acertou com as lideranças do PMDB que vai esperar o final de semana para formalizar ou não a desistência do nome de Balbinotti. Com isso, o governo poderia avaliar o noticiário e possíveis novas denúncias contra o indicado. Até o momento, é conhecido um inquérito que tramita em segredo de Justiça no Supremo Tribunal Federal, no qual Balbinotti é suspeito de ter falsificado documento para conseguir rolar com mais facilidade uma dívida com o crédito rural. Ontem, o jornal O Estado de S.Paulo revelou que o patrimônio declarado do deputado passou de R$ 5,5 milhões, em 2001, para R$ 123,8 milhões, em 2006. Ele também é réu em ações da Justiça do Paraná.

Na solenidade e nas entrevistas que se seguiram à posse dos novos ministros, Lula comentou indiretamente a situação do indicado para a Agricultura. Em discurso, salientou que ser ministro é difícil. "Você vão ver que, muitas vezes, o que não aparecia na imprensa começa a aparecer", disse, rindo. Pouco antes da solenidade, Lula evitou responder se confirmava a indicação de Balbinotti. "O ministro quem escolhe é a gente", limitou-se a dizer.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h00

    -0,15
    3,261
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h07

    1,18
    63.402,46
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host