UOL Notícias Notícias
 

17/08/2007 - 16h52

Ações ganham novo impulso em NY no fim do pregão

Nova York - O mercado de ações norte-americano acelerou os ganhos na última hora de negócios em Nova York, impulsionado por uma onda de compras para cobrir vendas anteriores realizadas sem a posse das ações (chamadas "vendas a descoberto"). Contudo, os índices oscilam abaixo das máximas registradas logo após a abertura, que vieram na esteira da decisão do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de reduzir a taxa que cobra de bancos em empréstimos.

"É um déjà vu", disse o estrategista-chefe de mercado da Jefferies & Co, Art Hogan, que descreveu um "sentimento geral de calma" no mercado. Ele observou que os índices abriram em suas máximas e se mantiveram dentro de uma faixa de oscilação positiva ao longo do dia.

"O movimento desta manhã do Fed foi em grande medida simbólico e sugere que o Fed está disposto a agir caso as condições nos mercados financeiros se deteriorem mais, mas estamos muito longe de deixar o perigo para trás", disse o analista de transações Mike Malone, da Cowen & Co. As ações do setor financeiro, as mais atingidas pela recente turbulência, lideram os ganhos: JP Morgan avança 4% e Citigroup tem alta de 3,49%.

Às 16h46 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 1,79%, o Nasdaq avançava 2,09% e o S&P-500 registrava um ganho de 2,41%. As informações são da Dow Jones.

Suzi Katzumata

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h20

    0,10
    3,269
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h23

    -0,54
    63.737,51
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host