UOL Notícias Notícias
 

20/08/2007 - 16h54

Petróleo fecha em baixa com menor temor sobre furacão

Nova York - Os contratos futuros de petróleo fecharam em queda na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex). O mercado reagiu à notícia de que o furacão Dean está se aproximando da península de Yucatán, no México, o que reduz as chances de ele atingir a produção norte-americana de petróleo no Golfo do México. Na última hora da sessão, os preços subiram acima das mínimas, depois de a estatal Petróleos Mexicanos (Pemex) dizer que suspenderia a produção de 2,65 milhões de barris por dia no canal de Campeche, para onde o furacão deverá se dirigir nos próximos dias.

"Parece que Dean está ficando longe da produção norte-americana e isso levou os preços a caírem", disse Tony Rosado, da IAG Energy Brokers. Segundo o analista Tom Bentz, do BNP Paribas, a recuperação parcial dos preços no fim do dia foi "uma combinação de anúncio da Pemex com o fato de o nível de US$ 70 não ter sido rompido [em NY], além de compras para cobertura de posições, para o caso de o furacão mudar de direção".

Na Nymex, os contratos de petróleo bruto para setembro fecharam a US$ 71,12 por barril, em queda de US$ 0,86, ou 1,19%; a mínima foi em US$ 70,10 e a máxima em US$ 71,30. Na Bolsa Intercontinental (ICE, de Londres), os contratos do petróleo Brent para outubro fecharam a US$ 69,85 por barril, em queda de US$ 0,59, ou 0,84%, com mínima em US$ 68,93 e máxima em US$ 70,34. As informações são da Dow Jones.

Renato Martins

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h49

    0,25
    3,285
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h58

    1,55
    62.628,22
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host