UOL Notícias Notícias
 

18/10/2007 - 17h31

Deputados cobram de Alencar mais recursos à saúde

Brasília - O presidente em exercício, José Alencar, recebeu hoje no Palácio do Planalto um grupo de deputados do PMDB que levou um abaixo assinado cobrando mais recursos para a saúde e a regulamentação da Emenda 29. A emenda fixa o valor mínimo de investimento no setor para a União, Estados e municípios. Os deputados cobraram a aprovação do projeto, que daria mais R$ 20 bilhões da União para a saúde. Pela proposta, a União passa a investir 10% das receitas correntes brutas. Atualmente, o aumento do gasto em saúde depende da variação do PIB de um ano para outro.

Segundo o presidente da Frente Parlamentar da Saúde, deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), os recursos federais na saúde aumentariam de R$ 45,9 bilhões para R$ 65,4 bilhões. O projeto que regulamenta da Emenda 29 chegou a ser colocado em pauta pelo presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), mas foi retirado a pedido do governo. Segundo Perondi, Chinaglia vai esperar até o início da próxima semana uma contraproposta do governo.

"O presidente José Alencar disse que o cobertor é curto, mas que a saúde deve ter prioridade. Temos certeza que ganhamos um aliado forte. Se o governo não der uma resposta forte, a crise da saúde vai continuar e piorar", afirmou o deputado. O abaixo-assinado entregue ao vice-presidente, que prometeu levar amanhã ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tem a assinatura dos 20 senadores e 93 deputados do PMDB.

Luciana Nunes Leal

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host